domingo, 12 de maio de 2013

Contratação dos médicos cubanos: o que há por trás disso?

A propósito do burburinho que se formou a respeito da contratação de 6.000 médicos cubanos pelo Governo brasileiro, quero tecer alguns comentários e informar algumas coisas que me foram reveladas por um médico cubano, amigo meu de longa data. Por questão de segurança, pois ele ainda tem familiares vivendo na ilha-cárcere como “refém”, passo a chamá-lo de “Ernesto”. 

Ernesto formou-se em 1984 numa faculdade de medicina de Havana. Naquela época ainda não existia a Escola Latino-Americana de Medicina (ELAM), que só foi fundada em 1999 e hoje produz médicos em série, como numa fábrica. Conta-me ele que em seu tempo o curso era em 6 anos, como aqui, mas que todos os formandos se graduavam como “médico da família” e quem quisesse se especializar em outro ramo da medicina teria que cursar mais 3 anos na especialidade escolhida. Desses 6 anos, desde o primeiro até o terceiro ano constava no currículo o estudo do marxismo-leninismo, como materialismo dialético, materialismo histórico e ainda história do movimento operário cubano e da “revolução de Fidel”. Essa escola, entretanto, e apesar do ódio visceral aos norte-americanos, seguia o currículo e a bibliografia da Escola Norte-Americana de Medicina, pois Fidel seguia as política e ideologia da extinta URSS mas sabia que a medicina mais avançada era a ianque.

Quando já havia cumprido sua especialização em gastroenterologia (3 anos), Ernesto decide sair de Cuba a qualquer preço, quando uma amiga lhe fala que estavam enviando médicos para outros países. Não era condição sine qua non, mas davam preferência àqueles que fossem filiados ao Partido Comunista. Ele recebeu uma proposta de filiação e, por incentivo da família, como uma maneira de escapar da ilha, filia-se e é enviado para trabalhar em Pernambuco (PE) em 1997, num convênio firmado entre o Ministério da Saúde do governo de FHC e Cuba, o “programa médico de saúde da família”. A seleção foi feita em Miramar, num organismo estatal chamado “Colaboração Internacional” que tem vários departamentos: Departamento África, Departamento Caribe, Departamento América Latina, etc., e durante a entrevista foi-lhe dito que teria que, “nas horas vagas”, trabalhar como “comissário político”, ao qual ele recusou-se. 

Durante sua permanência em PE, ele foi alocado na prefeitura de uma cidade do interior, recebendo uma casa para morar com mais outras pessoas e uma empregada, alimentação e o salário de R$ 700,00. O governo federal pagava à Embaixada de Cuba por cada médico a importância de R$ 3.000,00, que repassava à prefeitura a parte correspondente a cada médico, ficando com um lucro de mais de 100%.

Com a criação do programa “Barrio Adentro”, criado por Chávez e Fidel Castro em 2002, conta-me Ernesto que o curso de medicina da ELAN sofreu um processo de “aceleração” e agora forma-se um médico em “Medicina familiar-comunitária” em 5 anos, quer dizer, em apenas dois anos, uma vez que os outros 3 são de doutrinação ideológica porque o objetivo não é formar médicos e sim “comissários políticos”. E as provas disto abundam, conforme pode-se ver nos vídeos que seguem.

Neste primeiro vídeo, vários estudantes brasileiros da ELAN dão seus depoimentos sobre sua experiência de estudar em Cuba. Desde 1999 o PT e Cuba, seu sócio no Foro de São Paulo (FSP), firmaram o primeiro convênio para enviar estudantes brasileiros para estudar na recém-inaugurada ELAM - talvez até tenha sido uma concepção do próprio FSP - como bolsistas, cujo edital de seleção todo ano é publicado pelo site do PT, conforme pode-se ler aqui. Para concorrer a uma dessas bolsas é condição indispensável ser filiado ao PT ou ao MST, conforme comprovam o edital e o vídeo.

Nestes depoimentos, todos os estudantes afirmam ser militantes do braço armado do PT, o MST, e a última a dar seu depoimento confirma o que me informou Ernesto mais acima. Diz a estudante esta pérola: “Espero voltar para meu país e implantar esta semente revolucionária que estou vivenciando aqui e que está me nutrindo”Esse vídeo não quer carregar, então, assistam-no aqui.



No vídeo seguinte temos uma explicação sucinta do ex-espião cubano Uberto Mario, sobre como começou o programa “Barrio Adentro”. Sobre este senhor, o Notalatina fez uma edição em 26 de novembro de 2007 mas que não chamou a atenção de ninguém, apesar da extrema gravidade, pois os brasileiros não estavam interessados em saber o que se passava na Venezuela que eu vinha denunciando há anos. Agora, com a vinda desses 6.000 agentes castristas ao Brasil, é possível que desperte a curiosidade negligenciada antes... Vejam as denúncias que Uberto faz:

 

Nesse próximo vídeo um médico venezuelano que “desertou” e hoje vive nos Estados Unidos, conta como era sua vida na Venezuela. Saliento que a maioria dos médicos (ou profissionais de outras categorias) cubanos se submetem a sair do país deixando alguém da família como “refém” (também foi assim com Ernesto), na esperança de fugir do “paraíso” e pedir asilo em outro país. O Dr José Luis de la Cruz, entrevistado nesse vídeo, conta - e confirma o que disse Ernesto - que ao chegar na Venezuela recebeu um lugar para morar, alimentação e um salário que era, no seu caso, U$ 160 dólares, enquanto Chávez pagava a Fidel U$ 800 a U$ 1.200 dólares por pessoa. Da idéia de liberdade, o Dr José Luis só soube quando deixou a Venezuela, pois segundo o “regulamento”, eles têm que voltar para seus alojamentos às 5 h. da tarde e de lá não podem mais sair. Mas assistam ao vídeo e conheçam as barbaridades que sofrem esses cubanos no vídeo abaixo: 

 

E, finalmente, convido-os a assistir esse vídeo do ex-espião Uberto Mario que publiquei em 2007, sobretudo a partir do minuto 8:55, onde ele fala sobre como os médicos cubanos são controlados e espionados até em seus telefonemas pela Embaixada de Cuba que retransmite TUDO para o controle dos ditadores Castro.

Ernesto me contou ainda que o “encurtamento” do curso da ELAM, além do objetivo de doutrinação ideológica, impede a validação dos diplomas nos países de destino, de modo a que “seus agentes” não desertem como fizeram tantos já desde a Venezuela. Ele me confirmou também que os médicos que foram para a Venezuela têm seus passaportes retidos pela Embaixada e, do mesmo modo que conta Uberto Mario nesse vídeo, recebem cedulação venezuelana para poder votar, um documento que não tem qualquer valor legal fora da Venezuela. 

Depois de juntar e analisar todos esses dados, me parece que algumas coisas ficam claras. A vinda desses médicos cubanos ao Brasil serve a alguns fins: fazer doutrinação marxista e enaltecer a revolução cubana e, de passagem, enaltecer o governo brasileiro angariando votos para as eleições de 2014. Como a “eleição” de Maduro está ameaçada, pois a oposição desta vez não aceitou calada a monumental fraude, os Castro querem se assegurar de que se perderem essa “boca” terão outra na reserva, afinal, esses 6.000 médicos cubanos vão custar aos cofres públicos, isto é, o nosso bolso, a bagatela de U$ 792 milhões. Se considerarmos o dólar a R$ 2,00, o custo aproximado será de UM BILHÃO, QUINHENTOS E OITENTA E QUATRO MILHÕS DE REAIS, que poderiam construir ambulatórios e hospitais nos locais menos assistidos, pois os médicos brasileiros não querem ir para os rincões mais distantes por FALTA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO!

E para terminar, os questionamentos que me inquietam são: “quem” vai espionar esses médicos no Brasil? Já temos espiões instalados aqui de maneira encoberta e a sociedade que vai pagar esta farra não sabe? Onde vão ficar os “censores”, em um comando central na Embaixada em Brasília ou cada cidade vai ter seu corpo pessoal de espiões? Mais do que saber se esses médicos vêm tratar diarréia, catapora ou pressão alta, é preciso saber dessas questões político-ideológicas e de espionagem, pois se não cuidarmos, não tarda em acontecer o mesmo que na Venezuela que já é uma colônia de Cuba. Se você ama o Brasil, pense nisso. Quero agradecer a Christoffer Alex Souza Pinto pela inestimável ajuda que me prestou. Fiquem com Deus e até a próxima!



Comentários: G. Salgueiro

54 comentários:

Ferra Mula disse...

Muito bom, gostaria de sua permissão para reproduzir este artigo no Ferra Mula.

Airton.

G. Salgueiro disse...

Olá, Airton!

Muito me honra que meu blog seja reconhecido por outros. Só lhe peço que não publique todo, mas uma parte e o link no final remetendo ao Notalatina, para não "puxar" meus leitores, pode ser? ;-)
Abração e muito obrigada!
MG

Ferra Mula disse...

Combinado.

A honra é toda minha, estamos nessa luta há anos, pode verificar na sua lista de seguidores, estou entre os primeiros de sua lista.

Fique com o meu fraterno abraço e tenha uma boa noite.

Airton

Marcos disse...

Cara Graça,
parabéns pela matéria!
Houve, entretanto, algum problema na postagem pois os vídeos que deveriam se seguir aos textos "(...) Uberto faz:" e "(...) vídeo abaixo:" não foram carregados na página.
Abraços e que Deus a abençoe!

Cláudia Magalhães Barreto disse...

Pena que o vídeo do médico cubano que desertou para os EUA a partir da Venezuela não carregou... Gostaria muito de assisti-lo!! Pode enviar o link? Obrigada.

Jonas disse...

Os vídeos não estão aparecendo. Será um porblema só meu ?

G. Salgueiro disse...

Bom dia, Jonas,

Ontem os vídeos estavam TODOS aí, com exceção do primeiro que não consegui inserir e postei o link.

Não sei o que pode ter acontecido mas vou editar e publicá-los outra vez.

Seria algum tipo de CENSURA da PTPol?

Obrigada por avisar-me e aguarde que vou tentar outra vez.

Abraço,
MG

G. Salgueiro disse...

Claudia e Marcos,

Eu checo minha correspondência de trás para a frente, quer dizer, dos últimos enviados aos primeiros, daí que só agora vi os comentários de vocês. Desculpem!
Conforme já respondi ao Jonas, não sei o que ocorreu de ontem para hoje, mas lhes AFIRMO que eles estavam publicados mas, por algum mistério insondável, "alguém" os retirou da publicação.
Já estão no blog outra vez e espero que não sejam retirados de novo.
Obrigada pelos comentários e que Deus os abençoe.
Um abraço,
MG

Cláudia Magalhães Barreto disse...

Obrigada, Graça, por sua gentileza em nos atender de pronto! Acessei o blog novamente e... voilà!, aí estão eles. Excelente artigo, assunto muito sério, que estou divulgando. Um grande abraço!

G. Salgueiro disse...

Eu que agradeço a você, Cláudia!
Tenha um ótimo dia e um abraço.
MG

Eduardo Lopes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Eduardo Lopes disse...

Olá Graça, achei teu post por acaso. Tomei a liberdade e espalhei pelo facebook, twitter, etc. Isso é muito grave. Obrigado pela tua coragem.

Anônimo disse...

Prezado amigo,
O texto apresenta denúncias gravíssimas. Se prepare para a avalanche de visita de médicos; estão todos lendo o seu blog.
Mantenha os vídeos no ar, porque certamente haverá censura do PT, PCdoB, MST, etc...

G. Salgueiro disse...

Olá, Eduardo Lopes,

Obrigada por seu comentário e pela divulgação.
O assunto é grave mesmo e o país inteiro tem o DIREITO de conhecer o que o Governo pretende.
Abraço cordial,
MG

G. Salgueiro disse...

Ao anônimo das 22:34,

Já houve uma tentativa de retirada dos vídeos, ontem mesmo. Não me espanto com isso, mas as denúncias estão aí para serem lidas, não apenas por médicos mas por todos os brasileiros que assim desejem.
MG

Anônimo disse...

Nas atas do FSP de 2005 já está prevista a recepção dos formados em Cuba.

Anônimo disse...

➨ MÉDICOS OU AGENTES CUBANOS?
.
➨ http://www.youtube.com/watch?v=2v44EbYRLgE
.

G. Salgueiro disse...

Ao anônimo das 14:35:

Publiquei sua indicação de vídeo por "cortesia", pois não há nenhuma novidade, além - pois está muito aquém - do que denunciei nesta edição.
MG

G. Salgueiro disse...

Ao anônimo das 8:28:

Não estou segura de que haja isto na Resolução do Encontro do FSP de 2005 e preciso verificar.
De todo modo, são coisas distintas. Os 6.000 médicos a serem contratados não são "brasileiros formados em Cuba" mas CUBANOS o que, em regra, são agentes do regime.
MG

Anônimo disse...

Graça dos céus! Mais uma vez você nos surpreende com sua capacidade de garimpar informações e juntar as peças do quebra-cabeça! Botou o dedo na ferida, pois o debate em torno desses médicos está desfocado desde que começou. As críticas do CFM centram-se sobretudo na qualidade duvidosa destes profissionais cubanos e no risco de precarização salarial do mercado de trabalho via superoferta de mão-de-obra. Entretanto, ninguém percebe os riscos mais graves, como você levantou, relacionados à penetração de espiões e agitadores no território brasileiro - sem contar o entreguismo de permitir que a ditadura cubana enriqueça à custa do nosso erário.

Como filho de médicos que há 30 anos servem ao País salvando vidas no SUS sob as condições mais adversas possíveis, sou duplamente grato a você pela publicação deste artigo, cujo conteúdo mostrarei aos meus familiares.

Já que estamos falando de Cuba, antecipo que em breve te enviarei um volumoso lote de documentos outrora sigilosos sobre a ilha-prisão. Talvez eu demore um pouco porque as páginas estão separadas umas das outras. Estou reagrupando-as e convertendo-as em PDF. Acho que em 10 dias termino o serviço.

Um forte abraço e que Deus te proteja.

Eduardo

G. Salgueiro disse...

Estimado Eduardo,

Eu é que lhe agradeço porque essa denúncia TEM mesmo que ser informada a todo e qualquer brasileiro, pois é o NOSSO suado dinheiro que irá ser usado à revelia nossa, para financiar uma ditadura falida e ainda atentar contra a soberania do nosso país.

Se você é o Eduardo que estou pensando, aguardo ansiosa sua oferta. :-)

Grande abraço e que Deus o proteja e ilumine.
MG

Anônimo disse...

XII Encontro - São Paulo (Brasil) – 2005
Recomendación de apoyo a los jóvenes becados por Cuba
Cuba, en una actitud plenamente solidaria, internacionalista y latinoamericana, ha otorgado
10.000 becas a alumnos del continente, fundamentalmente estudiantes de medicina.
Recomendamos que los partidos del Foro de São Paulo hagan esfuerzos y gestiones en sus
respectivos países para lograr homologar o revalidar los títulos con el objetivo de reinsertar
nuestros jóvenes en nuestros pueblos.

São múltiplos os interesses, além dos citados, em Cuba o aborto é prática corriqueira, o que será implantado e feito por aqui.

G. Salgueiro disse...

Ao anônimo das 17:33

Agradeço sua colaboração. Quando eu disse que não estava segura sobre essa afirmação no Encontro de 2005, é porque - DESGRAÇADAMENTE - não tenho mais as Resoluções anteriores a 2012, pois em junho do ano passado tive um problema no me computador e trabalho de pesquisa de quase 14 anos, onde se inclui tudo sobre o FSP desde a sua criação, foi para o ralo. E como não tenho mais o material, não havia com verificar, pois de memória era impossível lembrar de tudo.
De todo modo, reitero que são situações distintas pois, além dos brasileiros formados em Cuba, fala-se claramente em "médicos cubanos".
Quanto à prática de aborto em Cuba, estou ciente disso, pois em 2005 traduzi um artigo gravíssimo que o Mídia Sem Máscara publicou, mas com um ataque de rackers, todo o acervo de 2002 até 2008, perdeu-se. Diante da importância da denúncia, eu traduzi outra vez e republicamos.
Veja aqui, caso não conheça: http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/noticiasfaltantes/comunismo/14117-substancia-negra-fetal-e-a-dro-hilda-molina.html
Mais uma vez, muito obrigada.
Cordialmente,
MG

flavio disse...

Ou seja, bem vindo a Republica Bolivariana do Brasil e salve-se quem puder.

G. Salgueiro disse...

Bingo, Flavio! :-)

Anônimo disse...

(médicos cubanos 1): Ninguém vai fazer nada contra essa contratação de 6000 médicos cubanos pelo Governo Federal (http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2013/05/vinda-de-medicos-cubanos-encontra-oposicao-de-conselho-federal.html)?
Médicos na pretensa forma, leia-se, grande parte agentes do G2 (serviço secreto cubano), que irão promover a desestabilização social dos grotões, além de catequizarem os gentis para que votem no PT. Esta foi a ponta de lança da invasão cubana na Venezuela, hoje francamente seu país satélite, e o mesmo ocorrerá no Brasil se não for impedido.
O Conselho Federal de Medicina manifestou-se publicamente contra esse desatino, e o fez apontando a necessidade de validação do diploma, adotando escorreito discurso político (http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/conselho-federal-de-medicina-condena-chegada-de-medicos-cuba e http://portal.cfm.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=23780:cfm-faz-criticas-severas-a-importacao-de-medicos-sem-revalidacao-de-diploma&catid=3).
Há, porém, restrição de matriz constitucional e mesmo legal.
A CF prevê que o acesso de estrangeiros a cargos, empregos e funções públicas (permanentes ou temporárias, a norma não excepciona) se dará na forma da lei. Não regulamentada a matéria constitucional, não há qualquer possibilidade de contratação de estrangeiros para função pública temporária, ressalvada a hipótese de professor universitário, técnico e cientistas, por expressa previsão constitucional (art. 207), também remetida a forma da lei. Neste caso em especial, há lei específica permitindo a contratação (art. 1º, da Lei 9515/97, que deu nova redação ao artigo 5º, da Lei 8.112/90). Também o artigo 2º, V, da Lei 8.745/93 permite a contratação temporária de professores e pesquisadores estrangeiros.
Este o impediente constitucional.

Anônimo disse...

(Médicos Cubanos 2) Há mais.
A lei 8.745/93, que dispõe sobre contratação temporária, prevê que a regra se dá mediante processo seletivo (art. 3º). A limitação do certame de seleção a um grupo de nacionais (cubanos), ofende ao princípio da universalidade de certame público, além de violar ao princípio constitucional da igualdade.
Fato que tal lei permite, de forma excepcional, a contratação sem processo seletivo na seguinte hipótese: “A contratação para atender às necessidades decorrentes de calamidade pública, de emergência ambiental e de emergências em saúde pública prescindirá de processo seletivo” (art. 3º, § 1º). Porém o fato alegado para justificar a contratação, falta de médico em áreas remotas do País, é situação de cronicidade, que revela má gestão da política de saúde pública do governo federal, apontando-se, ainda, que o atual partido governa o País há dezanos. O que não fez em dez anos não justifica alegar situação emergencial. Justificaria tão somente a contratação emergencial hipóteses extraordinárias, como calamidades naturais, contaminação difusa ou guerra.
Demais disso, a prestação de saúde pública, dever do Estado por expressa disposição constitucional, é função própria e permanente do Estado, o que não permite contratação temporária (ressalvada situações emergenciais), premida pela excepcionalidade e que exige que o recrutamento se dê para situações tópicas e peculiares, e não para as funções ordinárias e permanentes.

No mais, dois alertas, de cunho político. A contratação de médicos cubanos pela Venezuela foi onerosa. 11,2 mil dólares por médico, que recebiam apenas 230 dólares. Evidente que o pagamento expressivo a um estado transnacional, com o aviltamento do salário pago ao contratado implica em situação de analogia á escravidão pela exorbitante mais valia ao salário do contratado (http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2013/05/nao-vamos-permitir-que-o-brasil-importe.html). Noutra banda, a contratação alvitrada, ou, o seu pagamento, estariam sob o manto do sigilo dos negócios com Cuba, decretado ao arrepio da Constituição pelo Mmin. Fernando Pimentel (http://www1.folha.uol.com.br/poder/1259471-brasil-coloca-sob-sigilo-apoio-financeiro-a-cuba-e-a-angola.shtml) ?

Por fim, a contratação mencionada, se vingar, será ao arrepio da constituição e da lei, a implicar em ato de improbidade administrativa (artigo 11, da Lei 8.429/92), afora, em tese – ainda que o seu julgamento seja meramente político - em crime de responsabilidade, seja se decorrente diretamente de ato da Presidente da República, seja em sua omissão acaso praticado o ato por seus subordinados (arts. 4o, V, e 9o, 3, 4 e 5, da Lei 1.079/50).

G. Salgueiro disse...

Ao anônimo do dia 18 de maio nas mensagens de 12:27 e 12:28:

As informações que você dá acerca de "quem" são esses médicos cubanos (agentes do G2), não traz nenhuma novidade porque já denunciei em artigos e aqui no blog, e não foi somente agora mas há ANOS atrás, reforçando agora com a contratação do Brasil.
Quanto à informação do valor de 230 dólares aos cubanos que estão na Venezuela, não procede, de forma alguma. Me parece que você escreveu tudo isso sem ler e muito menos assistir aos vídeos que publiquei, nesta e na edição seguinte. Leia, por favor e assista ao vídeo onde um médico cubano que trabalhava na Venezuela "desertou", e ofereceu uma entrevista a um canal nos Estados Unidos.
A respeito das implicações constitucionais para estas contratações, agradeço, pois não abordei este aspecto e servirá de informação também para os leitores.
Peço-lhe apenas que não escreva mais como "anônimo", pois acho uma enorme falta de respeito (ou covardia) não se identificar e querer ser ouvido e merecer atenção.
Abri uma exceção às suas mensagens, APENAS pelas questões acerca do que diz a Constituição, que julguei importantes, porque do restante não há nada de novo.
MG

Anônimo disse...

Olá, Graça. Hoje terminei de converter em PDF os documentos que prometi no meu comentário de 14 de maio. Como são mais de 400 telegramas e ofícios, enviarei em sucessivos e-mails, para não estourar sua caixa de mensagens.

Mostrei seu artigo aos meus pais, que estão repassando aos colegas de trabalho. Agora que Cuba corre o risco de perder sua teta na Venezuela, está atrás de outra nação para entubar. "Brasil, um país de tolos".

Um forte abraço

Eduardo Cruz

Anônimo disse...

O modo de publicar os comentários é que nos leva a enviar as mensagens como anônimo. Para a identificação é necessário um email do Google ou Face, por exemplo, o que eu não tenho.
Esse é o modo mais prático.
Não vejo absolutamente nada relacionado a coragem ou falta dela, mesmo porque, ao se fazer uma denúncia anônima é preciso coragem.
Note que não sou o anônimo da mensagem anterior.

G. Salgueiro disse...

Eduardo, meu amigo,

Deus lhe pague! Aguardo ansiosa para ler esse material.

Aproveito para informar ao anônimo que alega não se identificar por causa da exigência (ser usuário de Google ou Gmail) que isso não dispensa uma assinatura no final, como fez meu amigo Eduardo agora.

Portanto, continuo insistindo que quem não se identifica não respeita o espaço de cortesia que ofereço aos leitores para comentar, ou não tem coragem de assumir o que diz.

Grande abraço, Eduardo!
MG

Anônimo disse...

Prezada Senhora que Deus lhe abençoe, muito obrigado pelo seu trabalho, graças ao Olavo cheguei até o blog da senhora. Participo de um blog anti nova ordem mundial, no qual debatemos os assuntos relacionados ao nosso período atual, eu criei um post onde reuni várias informações sobre a contratação dos médicos cubanos:
http://forum.antinovaordemmundial.com/Topico-veja-as-den%C3%BAncias-que-est%C3%A1-por-tr%C3%A1s-da-contrata%C3%A7%C3%A3o-dos-6-mil-m%C3%A9dicos-cubanos?pid=116256#pid116256

como a senhora é uma fonte segura de informações gostaria de saber se essa informação procede: Temos duas universidades em Cuba que formam: 200 + 100 = 300 por ano - respectivamente. Para ajuntar 6 mil médicos, seriam necessários todos os médicos formados nos últimos 20 anos, que teriam de estar disponíveis para vir trabalhar no Brasil. Como isso é possível??

Eu fiz esse questionamento

Por favor me ajude, estão me questionando no blog por causa de números, muito obrigado.

Meu email: aopovoltaras@hotmail.com

Anônimo disse...

NÃO SEI PORQUE O BRASIL QUER IMPORTAR MÉDICOS CUBANOS, NADA CONTRA ELES, MAS NO BRASIL TEMOS EXCELENTES MÉDICOS, ENTRE OS MELHORES DO MUNDO, TEMOS O 5º MAIOR NÚMERO DE MÉDICOS DO MUNDO, E SOMOS O 2º PAÍS DO MUNDO EM NÚMERO DE FACULDADES MÉDICAS, TENHO CERTEZA QUE MAIS RECURSOS PARA A SAÚDE E UMA BOA GESTÃO DESSES RECURSOS, COM MÉDICOS MOTIVADOS POR SALÁRIOS DIGNOS E INFRA-ESTRUTURA ADEQUADA QUE LHES PERMITA TRABALHAR NO INTERIOR, FARÃO A DIFERENÇA! REALMENTE NÃO VEJO MOTIVO, NEM SEI O QUE HÁ POR TRÁS DISSO PARA O BRASIL TRAZER MÉDICOS EM MASSA. SE ALGUNS VIEREM QUE O FAÇAM PELA LEI, FAZENDO AS PROVAS DE REVALIDAÇÃO MOSTRANDO QUE TEM CONHECIMENTOS PARA ATENDER O POVO BRASILEIRO, E MOSTRANDO QUE TEM SUFICIÊNCIA NA LINGUA PORTUGUESA. O GOVERNO NÃO PODE FAZER DA IMPORTAÇÃO DE MÉDICOS UMA POLÍTICA DE ESTADO. É DIFERENTE SE UM IMIGRANTE VEM POR SUA PRÓPRIA CONTA E CORAGEM. O GOVERNO BRASILEIRO TEM QUE ATENDER SUA POPULAÇÃO COM SEUS MÉDICOS, MOSTRANDO QUE TEM COMPETÊNCIA PARA ADMINISTRAR A SAÚDE PÚBLICA BRASILEIRA. O GOVERNO BRASILEIRO NÃO PODE MANTER OUTRO GOVERNO E MÉDICOS DE OUTRO PAÍS.

JHOANNYS LIMA

JOÃO PESSOA-PB

G. Salgueiro disse...

Ao "anônimo" do dia 29 maio, 2013 00:19:

Os que estão fazendo essas contas apressadas esquecem-se de alguns detalhes: primeiro, não se fala em "recém-formados" e sim "médicos". A Venezuela possui um número bem maior que esse, pois o interesse do regime castrista é exportar seus escravos para receber mais dólares, não importa de que país ou ao custo de quais vidas.
Além disso, como eu afirmei no texto acima, a duração do curso diminuiu para poder formar mais médicos. Não sei se são formados apenas 100 por ano, pois essa é a cifra destinada aos "bolsistas" de outros países.
Quando o governo afirmou que contrataria 6.000 médicos "cubanos" é porque lhe foi oferecida essa quantidade de "mão-de-obra". Se especializada ou não, para ambos os países isso é o que menos importa, afinal, o objetivo é implantar um ditadura castrista como já vige na Venezuela.
Atenciosamente,
MG

G. Salgueiro disse...

Ao "anônimo" do dia 29 de maio, 2013 00:19

Somente agora pude ir no fórum que você citou, e quero lhe dizer que isto que você fez é muita falta de respeito.
Lá você citou trechos, vídeos e informações constantes do Notalatina, SEM DAR OS DEVIDOS CRÉDITOS!
Isto se chama USURPAÇÃO além de um flagrante desrespeito ao trabalho alheio!
Faça-me o favor de citar a fonte daquelas informações, porque NENHUMA DELAS saiu do fruto do seu trabalho que limitou-se a copiar e colar.
Lá você aparece com o nome "Yoda", por que aqui não se identifica?
Respeito é bom e eu gosto!

Anônimo disse...

Tem como por legendas EM PORTUGUES. poucos brasileiros entendem bem espanhol.

?Es possible tener legendas/subcricion em PORTUGUES?

G. Salgueiro disse...

Ao anônimo do dia 23 junho, 2013 13:18

Infelizmente não tenho como traduzir porque não disponho de tempo e alguns vídeos são muito grandes.
Sinto muito.
MG

Elaene Suzete disse...

olá
adorei as informações e sua coragem peço permissão para colocar em meu blog e assim meus leitores tbm ficarem informados
pode?
bjsdiet
elaenesuzete
http://elaenesuzete.blogspot.com.br/
escrevo para não falar sozinha

Lucianne Fernandes disse...

Já compartilhei no meu facebook...parabéns pela coragem e pessoa linda que é...nosso País precisa de pessoas como você. Forte abraço cheio de admiração

G. Salgueiro disse...

Muito obrigada por suas palavras de apoio, Lucianne!
Que Deus abençoe a todos nós!
Abraço cordial
MG

Terezangela Rodrigues disse...

Parabéns Graça ! Admirável e respeitável seu profissionalismo, pesquisa e coragem.
Hoje dormirei com esperanças renovadas!
Abços

Anônimo disse...

Gostaria de agradecer a vc por tamanha contribuição! Só lamento eu não ter tido conhecimento desses fatores antes, aliás como todo brasileiro agora é que estamos nos despertamos, que Deus te abençoe grandemente, brilhante matéria, estou amando os seus escritos e suas palestras! Obrigada! Povo brasileiro agradeçe!

gustavo disse...

Boa noite.
Um amigo me indicou um site (mídiasemmascaras). Fiquei impressionado com o que li. Clicando aqui e ali, lendo um tanto desacreditado, cheguei aqui.
Suas teorias conspiracionistas, os depoimentos que colaciona, são, no mínimo incríveis.
A autora, por acaso, já foi ao norte e nordeste do país? Já foi a Cuba? Já circulou pela Venezuela?
Já sentou num posto de saúde do interior do país e mediu o nível de atenção e cuidado que o profissional médico dá a população?
A autora teve, por acaso, acesso a folha de pagamento de uma prefeitura desse Brasil de meu Deus, onde os médicos recebem mais que o dobro dos salario dos demais profissionais?Com que propriedade a Autora fala, denuncia, supõe?
será com a propriedade de um compilador, de um mero leitor, de um estudioso do alto de seu prédio, no conforto de seu escritório, no silêncio de seus livros, de seu achismo conclusivo.
Quem caminha, vive e compreende o seu redor, traduz com mais fidelidade a verdade que é comum a maioria.
No caso, essa realidade conspiracionista, onde a "esquerda" demoníaca quer deter eternamente o poder, só é sentida por vocês.
É duro saber que se vive num pais melhor por conta daqueles que se persegue.
Em algum momento pensou-se na miserável população que depende de profissionais que só pensam no status da profissão? Que são inaptos por natureza? Não. Discute-se e repreende-se sem pensar na maioria.
....
Bem, é isso.
Do celular, no trânsito, no carro,
Gustavo

G. Salgueiro disse...

Gustavo, eu sou nordestina e conheço todo o interior miserável da minha região, pois trabalhei a maior parte da minha vida no INSS, tentando ajudar os miseráveis desassistidos do SUS.
Além disso, os depoimentos apresentados nesta matéria foram feitos por médicos CUBANOS, amigos meus pessoais, que conseguiram escapar do jugo daquela maldita e assassina ditadura.
Se conviver com a REALIDADE e retratá-la é "teoria da conspiração", pergunto: de qual "realidade" você fala?
Passe bem e procure um desses médicos quando necessitar de atendimento.
MG

Anônimo disse...


Médicos cubanos vêm aí

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=220364&id_secao=1

Jorge Roriz disse...

Graça,parabéns pela excelente reportagem. Estou divulgando.

G. Salgueiro disse...

Muito obrigada, estimado Jorge Roriz!

Divulgue sim, porque os méritos não são meus mas de quem deu os depoimentos.
Grande abraço,
MG

Zé Cláudio disse...

Graça, gostaria de saber se a senhora conhece o site cubanet.org.

As pessoas por trás desse site são confiáveis? Os dados que ele apresenta são exatos? As reportagens realmente refletem a realidade? Vale a pena acompanhar, divulgar ou traduzir matérias desse site?

Gostei de uma matéria em especial: http://www.cubanet.org/?p=48263

Não divulguei porque se não for verdade acaba sendo um tiro no pé.

Muito obrigado e Deus te abençoe hoje e sempre!

G. Salgueiro disse...

Olá, Zé Claudio!

Esse é um dos sites referências para mim há anos, inclusive sou amiga pessoal de uma das editoras.
TUDO o que se publica ali é a verdade mais cristalina e que, de tão absurda, não parece realidade.
Agradeço sua indicação que aproveito e traduzo para publicar no Mídia Sem Máscara e no site do Heitor De Paola. E aqui também.
Grande abraço e obrigada por tudo!
Que Deus nos abençoe a todos! ;-)
MG

Lura do Grilo disse...

Estes comunas castro estão cada vez mais sofisticados.

Enviaram para Angola e Sudão os seus jovens para matarem, morrerem e o regime receber algum dinheiro.

Agora enviam "médicos": o objectivo é igual mas apresentam a cara lavada: os deslavados. E a Dilma mete o Cavalo de Tróia sabendo que o mesmo vai recheado.

Anônimo disse...

Já faz tempo que o câncer do comunismo está se espalhando pelo Brasil onde achou terreno fértil (pobreza e ignorância), essa campanha do desarmamento também está vinculada a esse movimento pois tira a possibilidade de haver uma resistência armada ao futuro regime do Brasil. Esse golpe dos médicos eu já conhecia a anos.
Parabéns

Maria Lucia disse...

Graça Salgueiro,
Soube por fontes fidedignas que mês passado médicos cubanos foram para a cidade de Breves no Pará, levados pela Marinha.Só os oficiais tiveram contato com eles.O ruim de tudo isso é de fato a ignorância do povo, pensando que é uma boa para eles, como muita gente que mesmo sendo da cidade também acha.Não sabem dos verdadeiros motivos ou seja , que esses "profissionais" só chegaram por interesses políticos.

Anônimo disse...

Cara Sra Graca,
Sou medica e advogada,e considerava-me uma pessoa com razoável informação, até que percebi que eu estava no mundo de Alice. Desconhecia o perigo real que o país passa, com a ameaça de comunismo. Assisti sua palestra no youtube sobre as farc e o foro de sao paulo, e tambem a sobre subversao do sr youri bezmenov, e tive vontade de chorar,pois tenho certeza de que nao há mais o que fazer. Admiro muito muito o seu trabalho e vou colaborar com o seu blog que junto com a radiovox serao minhas fontes de informacao. Um forte abraço. Aurea

G. Salgueiro disse...

Deus seja louvado, Drª Aurea!
Agradeço suas palavras e apoio, e peço-lhe que divulgue não apenas meu blog mas a Radio Vox (www.radiovox.org), o Mídia Sem Máscara (www.midiasemascara.org) e o site do Heitor De Paola (www.heitordepaola.com).
Que Deus nos abençoe a todos e continue acompanhando as informações do Notalatina que hoje trará atualização.
Aproveito para convidá-la a ouvir meu programa "Observatorio Latino" que vai ao ar todas as sextas-feiras às 22:00 h. pela Radio Vox.
Grande abraço,
MG